| 24 de junho de 2014

postado por AACI

O que a torcida nipônica tem a ensinar para os controles interno e social?

Mesmo inferiores tecnicamente em campo, os jogadores da seleção de futebol do Japão tentaram arduamente chegar à vitória para avançarem no mundial, mas não foi desta vez. A equipe se despediu da Copa no Brasil, após perder de 4×1 para a seleção da Colômbia na Arena Pantanal em Cuiabá.
Embora nossos visitantes de cultura milenar não tenham conquistado o sucesso em campo, nas arquibancadas a atitude de sua torcida foi exemplar. O que é rotina em sua terra causou espanto e surpresa em nossa sociedade. Munidos de sacos de lixo azuis, os torcedores japoneses deram uma lição de civilidade e de educação em todas as partidas em que estiveram presentes. Recolheram todo o lixo que produziram nas arquibancadas. O simples ato de recolher o lixo produzido por eles e por outros torcedores durante os jogos chamou a atenção da mídia nacional e foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais nas últimas semanas.
Essa é a lição que todos nós devemos aprender com os torcedores japoneses. Não basta apenas reclamarmos por melhorias, é necessário fazermos parte deste processo. É tarefa de cada servidor atuar mais efetivamente no controle interno da Administração Pública, como forma de construirmos um Brasil melhor e mais justo.
Por meio do controle social, cuja principal ferramenta é o Portal da Transparência, bem como das Ouvidorias, qualquer cidadão pode fazer denúncias, reclamações e elogios, visando melhorar efetivamente os serviços públicos.

Se a lição de cidadania dos japoneses for incorporada à nossa cultura, esse será um dos maiores legados deixados pela Copa do Mundo ao Brasil.

 

Autor: Marcos Nagaki

 

Governo do Estado do Ceará

www.transparencia.ce.gov.br
www.ouvidoria.ce.gov.br
www.cge.ce.gov.br/

Governo Federal
www.portaltransparencia.gov.br/
www.cgu.gov.br/Ouvidoria/FaleComAOuvidoria/

Prefeitura de Fortaleza
portaldatransparencia.sefin.fortaleza.ce.gov.br/
www.fortaleza.ce.gov.br/ouvidoria-geral-do-municipio-0