Campanha novembro azul incentiva o cuidado com a saúde masculina durante o mês mundial do combate ao câncer de próstata




0
9
A campanha Novembro Azul é um movimento que tem o objetivo de incentivar a conscientização a respeito de doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata, visando estimular o exame de toque, e assim, aumentar as chances de cura. Neste período, a população, gestores públicos e entidades sociais de diversas áreas se unem para avançar na conscientização sobre a prevenção. A Associação dos Auditores de Controle Interno do Estado do Ceará (AACI) apoia e se solidariza com esta campanha.
No Brasil, o Novembro Azul foi criado pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, com o objetivo de quebrar o preconceito masculino de ir ao médico e, quando necessário, fazer o exame de toque, e obteve ampla divulgação. Em 2014, o Instituto realizou 2.200 ações em todo o Brasil, com a iluminação de pontos turísticos, tais como: Cristo Redentor, Congresso Nacional, Teatro Amazonas, Monumento às Bandeiras, adesão de celebridades, ativações em estádios de futebol, corridas de rua e autódromos, além de palestras informativas, intervenções em eventos populares e pedágios nas estradas.
De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), no Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). Em valores absolutos e considerando ambos os sexos é o quarto tipo mais comum e o segundo mais incidente entre os homens. A taxa de incidência é maior nos países desenvolvidos em comparação aos países em desenvolvimento.
Segundo o Ministério da Saúde, a única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre o exame, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico). Cerca de 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque. Outros exames poderão ser solicitados se houver suspeita de câncer de próstata, como as biópsias, que retiram fragmentos da próstata para análise.
Para mais informações clique aqui e tenha acesso ao site do INCA!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here