CGE realiza curso Auditoria de Custos de Obras Públicas ministrado por auditor do TCU


Associados da AACI participaram do evento destinado aos servidores do governo do Estado e de demais órgãos de controle.



0
25
(Foto: reprodução)
O curso intitulado Auditoria de Custos de Obras Públicas, ocorreu nesta segunda e terça-feira, dias 03 e 04 de setembro, na Escola de Gestão Pública (EGP), localizada no Cambeba, em Fortaleza, e teve como instrutor, o engenheiro André Pachioni Baeta, auditor Federal de Controle Externo do Tribunal de Contas da União (TCU).
A formação teve o objetivo de apresentar aos servidores que atuam no controle de obras e serviços de engenharia, orientações técnicas e legais atualizadas sobre o exame de custos de orçamentos de obras públicas, e teve como público alvo os servidores da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado do Ceará (CGE), do governo do Estado e de demais órgãos que atuam no controle de obras públicas e serviços de engenharia, entre os quais estiveram presentes associados da Associação dos Auditores de Controle Interno do Estado do Ceará (AACI).
O conteúdo programático contou com uma grade que abrangeu: Análise e auditoria de orçamentos; Auditorias dos quantitativos de serviços; Aspectos a serem observados quanto aos custos com mão de obra e encargos sociais; Desoneração da folha de pagamento; Análise da taxa de Benefícios e Despesas Indiretas (BDI); Visão geral do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (Sinapi); Utilização de sistemas referenciais de preços e do Sinapi na auditoria de obras; Auditoria de tabelas referenciais de custos; Cálculo de sobrepreço e superfaturamento; e auditoria de custos nos aditamentos contratuais.
O associado Caio Petrônio de Araújo Lopes, que esteve presente no curso, destacou que “as obras públicas apesar dos elevados investimentos e relevância para a sociedade, carecem de um planejamento adequado, processos com responsabilidades e competências bem defendidas e um projeto preciso. Nesse sentido, a deficiência do planejamento de obras é materializada na execução, ensejando uma intervenção inevitável e eficaz dos profissionais ligados à fiscalização e ao acompanhamento. O curso, ministrado por André Baeta, auditor do TCU e um ícone em auditoria de obras no Brasil, apresentou técnicas e análises capazes de mitigar as principais desconformidades, algumas consolidadas em jurisprudência do TCU”.
André Baeta possui extensa qualificação, e, desde 2004, exerce o cargo de auditor Federal de Controle Externo do Tribunal de Contas da União, atuando na fiscalização e controle de obras públicas. Participou, como integrante da equipe de auditoria ou como supervisor da fiscalização, de diversas auditorias de obras públicas. Ocupou por três anos o cargo de direção da divisão encarregada da gestão do conhecimento do TCU em auditoria de obras, bem como do desenvolvimento de métodos e procedimentos relativos ao tema.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here