Projeto da CGE/CE é premiado no III Concurso de Boas Práticas da Rede Nacional de Ouvidorias


O Projeto foi elaborado com a participação de associados da AACI



0
15
O Projeto intitulado “Ouvidoria Ativa e Avaliação de Serviços unindo forças em prol da participação social e melhoria do serviço público”, elaborado pela Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado do Ceará (CGE/CE), representado pelo secretário Aloísio Carvalho, obteve a terceira colocação no III Concurso de Boas Práticas, realizado pela Controladoria-Geral da União (CGU), através da Rede de Ouvidorias.
Participando por meio da categoria “Desenvolvimento de capacidade institucional”, o projeto elaborado pela CGE visou à realização de um planejamento para o ano de 2019, para auxiliar órgãos, entidades e membros da rede de ouvidorias a protagonizarem atividades de ouvidoria ativa e a auxiliá-los no início das atividades de avaliação de serviços, conforme prevê a Lei nº 13.460/2017.
De acordo com a associada Larisse Maria Ferreira Moreira, ”o principal intuito do Projeto é melhorar a comunicação do cidadão com o Estado, levando as demandas do cidadão, exatamente onde está sendo executado o serviço, para o Estado. Como exemplo, posso citar as visitas que realizamos ao Vapt Vupt, localizado no bairro Antônio Bezerra, em Fortaleza, nos serviços de metrô, tanto em Fortaleza como no sul do Estado, e nas emergências dos hospitais, onde foi possível conversar com pacientes e com os acompanhantes. Ao final de cada trabalho produzimos um relatório com as principais informações passadas pelos cidadãos, como reclamações e elogios. As informações consolidadas foram encaminhadas para os órgãos competentes na realização desses serviços, que devem tomar providências para melhorar os serviços prestados, de acordo com a pesquisa realizada”, informou.
O resultado do referido concurso, que objetivou estimular, reconhecer e premiar iniciativas desenvolvidas pelas ouvidorias públicas em todo o País, saiu no início do mês de março.
As práticas foram avaliadas por meio de critérios estabelecidos, como criatividade e inovação, custo-benefício, efetividade, além de simplicidade e facilidade de replicação. As práticas vencedoras foram as que atingiram a maior pontuação final, constituída pela soma das notas em cada critério de julgamento, nas respectivas categorias.
Para mais informações sobre o concurso, acesse: http://www.ouvidorias.gov.br/ouvidorias/concurso-de-boas-praticas
Para visualizar o projeto da CGE, acesse: http://www.ouvidorias.gov.br/ouvidorias/concurso-de-boas-praticas/iii-concurso-de-boas-praticas/ficha-18-cge-ce-inscricao-1.pdf

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here